Viajar não é preciso

Voltei. Nem sei donde recomeço. Final de ano teve aniversário do blog, que apareceu no blog da Essência móveis ( obrigada, Éder!), Natal, Ano Novo… E nenhum post comemorativo, PAP de festas, nada! De fato não sou boa com datas especiais.

O ano acabou caótico e não começou diferente. Enrolei meus quadros, minha árvore de natal, minhas filhas e minhas gatas em plástico bolha e me mudei. Mudei de cidade, não sou organizada nem cumpri meus prazos mentais pra dizer que aqui tá tudo pronto, que é só entrar, como sempre faço. Não, não é. Tem caixas de papelão ainda no caminho e coisas guardadas em qualquer lugar. E enfeites pelas superfícies e quadros acumulados pelos cantos da sala. Então não queiram entrar. Não agora. Isso não seria um bom post de ano bom.

A casa que vou mostrar aqui não é minha, nem da minha família, nem de ninguém que conheço. Aluguei no Airbnb. Fica em São Sebastião, litoral norte de SP e nos serviu de pouso por 5 dias, enquanto fazíamos uma viagem em família. Talvez a última com os 4, porque estamos nos separando. De cidade, de casa, de vida. Mudaram-se os tempos e as vontades.

E porque não gosto de viajar. Não gosto de fazer mala, de pegar estrada, nem de sol, nem praia, nem de mosquito. Nem de sair de casa. Sim, sou véia, depois falamos mais sobre isso. Mas até onde eu sei, é permitido não gostar de viajar, né?! Então, #soudessas.

Só gosto do mar. E pra lá fomos. E desta casa também não quis sair. Porque a gente quando viaja, por mais que veja fotos, nunca sabe o que vai encontrar. Viajar não é preciso.

Na casa encontramos livros. De São Sebastião, de papier maché, dos gatos do mundo. Em português, alemão e francês. Uma parede colada de recortes e desenhos. Uma janela de crochê, uma parede de janelas diferentes, cadeiras diferentes com histórias diferentes. Um chão de tijolos com madeira. Um piano afinado. Sol. Um abrigo da chuva, um forno pra assar bananas. Cortinas amarelas como o sol e uma cabeceira de treliça.

são sebastião - 079

não, a chuva não atrapalhou…

são sebastião - 076

são sebastião - 085

lateral, jardim tropical

são sebastião - 016

entrada lateral: porta colorida, porta de vidro com cortina branca… tem como não amar?

são sebastião - 103

sala com uma passadeira de tijolos rústicos, madeira, vidro e um piano ❤ !

são sebastião - 015

e estas casinhas na sala? esta é a lateral da porta de entrada.

são sebastião - 039

entrada da rua: quantas janelas e acabamentos diferentes numa mesma parede, bem do jeito que a gente ama…

são sebastião - 111

detalhe sobre a porta

são sebastião - 002

o jasmim-manga à beira da piscina

são sebastião - 003

cadeiras diferentes, pode?! ❤

são sebastião - 106

É um grande salão integrado; o piano está à esquerda, os sofás à direita.

são sebastião - 097

pára e olha pra estes armários da cozinha!

são sebastião - 096

são sebastião - 098são sebastião - 107

 

são sebastião - 115

quarto principal: tijolinhos brancos, cabeceira de treliça de madeira, cômoda verde tiffany

são sebastião - 090

a escada leva ao quarto principal

são sebastião - 092

que tem cortinas amarelas

são sebastião - 116

e um banheiro lindo!

são sebastião - 112

são sebastião - 087

há, ainda, mais 4 suítes, acessadas por este corredor externo ao quarto principal, 2 em cima, 2 embaixo.

são sebastião - 081

 

 

são sebastião - 084

são sebastião - 101

Pra onde quer que a vista fosse, parece que lá já tinha ido. E isso aqueceu meu coração. É daqueles sentimentos que fazem mais e mais a gente querer ser quem é. Eu, pelo menos. Vocês, não sei… Mas eu morava fácil aí. Assim quero minha casinha!
Nesta casa linda, Cleópatra completou seus lindos 10 anos e pediu um banho de cachoeira de presente.

são sebastião - 062

parabéns, filha!

Saravá pra todo mundo, que entre quem quiser. A casa, o ano, o blog, tudo nosso. Agora apenas me abracem.

Anúncios