Bem-vindo

Este é o primeiro post deste blog… Logo agora no fim-do-ano! Este blog surgiu de uma inquietação minha que sempre quis ter um lar pra chamar de meu. Claro que primeiro fiz uma família pra colocar dentro desta casa e tudo isso junto e bagunçado vira um lar. Parece ser o começo, mas estou neste endereço há 3 anos no mês passado, casada há 10 anos e com duas meninas adoráveis que nasceram deste casamento ( elas merecerão um post – ou vários!!- à parte), uma gata, um peixe e agora um jardim!!!

Nossa família se encontra cedinho todos os dias pro café-da-manhã, embora nem sempre nos comportemos como família-margarina. Às vezes também saio muito mais cedo que os outros e já houve várias oportunidades em que dormi fora, trabalhando. Mas não faço mais isso, não há $ que pague estes momentos sonados, o mau-humor de cada um, o cheiro de café com leite e pão na chapa, as meninas se arrumando… Enfim, é um lar!

E nesta bagunça toda vou fazendo o que dá pra deixar nossa casa mais com cara de nossa! Na verdade, com a minha… Quando peço pro marido escolher alguma coisa, ouço sempre um “tanto faz” ou “escolhe você”.  Não que ele não se importe verdadeiramente, mas acho que é porque, no fundo, ele sabe que vai ficar bom e também tem consciência de que se decidi fazer, vai ser feito e ponto!

Vamos ao que interessa por aqui, que é mostrar a casa pra você (ou pra mim mesma por enquanto). Nosso jardim é em L ao redor da casa e quando chegamos estava assim, digo, eu já tinha arrancado os pingos d´ouro que margeavam o muro e as grades do canil.

vista do portão lateral

vista do portão lateral


a grama no L

a grama no L


a outra parte do L vista do meu quarto

a outra parte do L vista do meu quarto


o maldito canil no fundo

o maldito canil no fundo

Sei que me dava um desgosto só… esse varalzim no corredor, suporte de varal até o outro muro….

O melhor que eu tinha a fazer era uma piscina! Estava mesmo decidida… E parti em busca de orçamentos, prazos… Gosto de tudo assinadinho, preto no branco! Sabia só que não poderia usar 3 metros do muro pra casa no fundo, porque ali passava uma viela pluvial, justamente onde eu queria a piscina, já que o resto era em declive!

fazer o quê, né?! Fosse como fosse, eu teria uma raia, então! E assim a planejei, comprida, fina, com uma prainha no final. As obras começaram e, pra minha surpresa, eu teria que pagar àlguém cerca de 90 reais  pra tirar a terra – que já era minha! – e vendê-la… Que revolta que me deu… Tirei uns 6 caminhões da minha terra, mas eu não podia mais com aquilo, era o meu terreno!, minha casinha indo embora caminhão após caminhão…

a obra com a terra à esquerda

a obra com a terra à esquerda

Enfim a piscina ficou pronta!!! Que deleite, que alegria!!! Era 5 de dezembro do ano passado e raiamos o verão todo!!!

enchendo!

enchendo!

24.10.13 695

nossa piscina pronta, já com o piso envolta assentado! Escolhi caco de pedra São Tomé branco

nossa piscina pronta, já com o piso em volta assentado! Escolhi caco de pedra São Tomé branco


A piscina é tão grande que não cabe numa foto só... tem 12,5X2,2m

A piscina é tão grande que não cabe numa foto só… tem 12,5X2,2m

Mas a terra era minha… que acumulassem no declive, eu resolveria depois… Reparem também que não deu pra fazer o muro! Até me empolguei, fui ao Ceasa, comprei umas mudas de palmeira fênix, ravenala, pata de elefante… Deixei um espaço no muro pra plantá-las, mas nada de $!

E a terra?! Pedi pro instalador de pisos fazer uma muretinha com umas ripas de pinus que comprei, e ficou por isso mesmo!!!

Por hoje, é só… Se quiser dar um mergulho… Entre, a casa é sua!

Diana