Faça-você-mesma, Klara.

Eu tenho uma amiga-irmã-comadre de algumas décadas que não mora aqui colada em mim. Mas não foi a distância geográfica que nos separou. Ao contrário. Apesar dela morar com sua família linda na Paraíba, nos falamos constantemente e, sim, nosso Bluetooth emocional é bem sincronizado. Quase todo dia no uatisápi falando da vida, das crias e mal dos colega dazantiga que me deleta do FB. Quem nunca, né?! A deletada, a diferentona.

E daí que outro dia ela me perguntou como que encapava móvel com tecido. Eu falei que não sabia, nunca tinha feito. Que a parede do meu antigo quarto que era de tecido eu encapei com cola de papel de parede misturado com cascorex. Que ela fizesse a arte do lado de cima e me mandasse, se desse certo.

 

Uns dias depois, recebi estas fotos que me fizeram cosquinhas no coração ( que pra mim é mesmo a definição física de felicidade). E espero que inspire vocês. Um criado popular, que se abre em cima revelando uma engenhoca simples com velcro, transformado com tecido e cola diluída em água. Proporção?! 2:1. Duas partes de cola e uma de água. Cola branca, escolar.

 

criadotecido

Tcharáns com tecido de patchwork e floral ornando! Equipe DONC ama! ❤


criadotecido2

Até os fundilhos do criado a danada encapou! 🙂


criadotecido3

a parte que abre também!

Resume tudo que a gente fala por aqui, né, não?! Do pouco ao glamour nosso de cada dia. De olhar pra nada a olhar pra dentro da gente. De nos vermos nas coisas que nos cercam. De coisa bonita e pouco dinheiro. De fazer casa com alma. E criadinho com Buda!

criadotecido4

Em cima, detalhes…


criadotecidodetalhes

A parte que abre…


criadotecido5

Atrás! ❤

Não bastasse o criado, que foi no ano passado, estes dias que eu estava de #mimimi, ela me aparece com este armário de escritório, encapado de algodão cru. Isto mesmo, Brasil! Algodão cru!

armariotecido

não temos o antes, mas é aquele armário básico de escritório, reconhecem?! Pois é, nem eu!

Pôs as meninas pra desenhar com tinta pra tecido e canetas pra tecido (as de escrever nome no uniforme), esperou secar 1 dia, colou com a mistura mágica de cola e água. Simples assim!

pinturatecido1

e você ainda ganha algumas horas de crias entretidas! 😛


pinturatecido3

desenhando…


pinturatecido2

… o que elas quiserem…


pinturatecido

… do jeito que quiserem! ❤

E ainda tirou onda disfarçando os puxadores péba fita de cetim de bolinha e fita dupla-face. Olhaê a substituta da washitape, Braséél! É pra fechar o blog, né! Blogayra de décor enrustida, a minha cumadi.

armariotecido2

puxadores “novos”


armariotecido3

acabamento interno, também com fita!

Então de agora em diante fica assim: se eu demorar mais uma vez a dar as caras aqui novamente, Klara fica nomeada, eleita e aclamada chefe editora por aqui, ok?

E como jabá pouco é bobagem, convido você, minha leitora, meu leitor, a curtir a página do FB da mais velhas das meninas dela, a Mari. Tudo começou com mangás e a menina já mostrou que manja mesmo do riscado, porque é um mais lindo que o outro. Eu já encomendei umas obras de olho pra eu colocar no consultório, porque acho boas, mesmo. Traço firme quando tem que ser, expressões intrigantes… Uma genuína obra de arte. Eu, de você, curtia, enquanto ainda é de graça! Marina Schenkel Art .
E você, não tem nada aí precisando de vida nova?! Os criados e os armários são todos nossos! E manda pra gente ( deolhonacasa@email.com) que adoramos ( e publicamos!) Uhuuuu!!!

Passo-a-passo: caixa para chapéu!

chapéus sem caixaVocê usa chapéus?! Eu uso! Glamour total! Uso pra passear, pra ir ao trabalho, pra piscina e pra fantasias, claro! Ao longo dos últimos 20 anos, juntei mais de 30. Mas nunca achava uma caixa que os acomodasse de acordo… Chapéu soa démodé nos dias de hoje e caixas para chapéus, então… Ninguém produz, ninguém procura, ninguém vende. São ítens que simplesmente desapareceram do mercado! Mas não é por isso que deixei de usá-los! E justamente por usá-los e amá-los, eu precisava de uma caixa de acordo para guardar pelo menos os chapéus do dia-a-dia.

A idéia foi simples e o paaso-a-passo, intuitivo.

Vamos lá… Eu precisei de:

  • papelão ( do tipo paraná, o meu é de 1,7mm);
  • cola branca (uso a cascorex extra, que cola bem praticamente tudo);
  • fita crepe comum de 50mm de espessura;
  • material para revestir ( usei adesivo vinílico e tecido jaquard);
  • material para enfeitar ( mandala em madeira, fitas, pérolas, etc);
  • tesoura, estilete, grampeador de tapeceiro;
  • paciência.

Meça seus chapéus e veja qual o diâmetro da sua caixa. A minha foi de 55cm e a tampa, de 56cm. Escolhi a altura de 25 cm ( porque assim eu podia guardar vários chapéus empilhados) e fiz a borda da caixa com 3cm.

Decididas as medidas, desenhe no papelão. Para fazer um “compasso gigante” usei uma tachinha no meio com barbante e uma caneta bic amarrada na outra ponta. ( Na verdade pedi pro marido riscar esta parte! 😛 )

A lateral da caixa e da tampa são retângulos, de 3 e 25cm de altura, respectivamente. O comprimento é πX diâmetro. ( π=3,1415).

Recorte tudo com estilete.

Comece montando a tampa, colando a borda do redondo à lateral do retângulo da altura. Feche com o grampeador de tapeceiro. Vire os grampos com alicate de bico fino.

Com o corpo da caixa é o mesmo procedimento, só que você vai precisar de alguém colando fita crepe enquanto vai rodando o fundo da caixa e colando a lateral. Finalize com os grampos.

desenhe e recorte no papelão os pedaços da caixa

desenhe e recorte no papelão os pedaços da caixa

caixa pronta! Falta decorar...

caixa pronta! Falta decorar…

use os enfeites e cores que preferir!

use os enfeites e cores que preferir!

Usei adesivo vinílico dourado, que achei naquela incursão ao mundo dos adesivos vinílicos

Com paciência e ajuda das minhas meninas maravilhosas, fizemos a tampa!

tampa pronta

tampa pronta

jaquard, grampeador e paciência para o corpo da caixa!

jaquard, grampeador e paciência para o corpo da caixa!

Finalizei com um laço chanel duplo de fita de cetim, que é o supra sumo da finesse tanto na tampa, como no corpo da caixa.

Forrei a área dos grampos com  fita crepe mesmo, pra não arranhar…

caixa pronta

caixa pronta

a bonita pronta...

a bonita pronta…

caixa finalmente!

caixa finalmente!

caixa cheia

caixa cheia

E aí, precisando de algum lugar pra guardar aquela cartola de mágico agora que acabou o carnaval?

Pode entrar, a caixa é sua! (Ops!)

Pra que tanta rolha, meu Deus?!

Comecei a tirar muitas coisas de circulação aqui em casa… Já não faz mais sentido tanto porta-retrato, tanta gente me olhando quando eu passo! Pensei em dar fim nos meus santinhos também, mas vai que, né?!
Mas uma coisa eu decididamente queria recuperar: meus vasos! Queria a casa com menos coisas e mais flores!
Só que os vasos da casa estavam todos cheios… De rolhas! De uns tempos pra cá todo mundo guarda rolhas, né! Pra quê?! Tudo bem que tem sua história, cada rolha uma festa, um encontro… Mas alguém lembra de cada uma?! E a poeira que junta!

Não, não quero mais 5 vasos de rolhas. Algumas sintéticas, alguns lacres de metal junto, sem critério nenhum! E algumas são realmente lindas, tem desenhos impressos, números, cachos de uva, carruagens… Comecei a olhar cada uma! Também não queria jogar fora. Além do quê, agora estas rolhas iam ganhar uma função…
Então comprei um retalho de eucatex no Leroy e comecei a fatiar as rolhas. Passei uma fita crepe em volta de +- 1cm pra isolar uma área para um futuro enquadramento.
E fomos colando… Marido, meninas e eu. Até o marido que estava entrevado com dor nas costas ajudou, sentadinho… Acabamos numa tarde!
Mandei enquadrar e pus no escritório!

Quer conferir?! Pode entrar, a casa é sua!

20140216-111959.jpg
Reparem neste vaso! Ele vai ganhar outra função mais pra frente…

rolha sintética no meio das bonitas

rolha sintética no meio das bonitas

fatiando rolhas

fatiando rolhas

aqui as rolhas já cortadinhas!

aqui as rolhas já cortadinhas!

20140216-113035.jpg

20140216-113052.jpg

Viram os detalhes, que lindos?

efeito final, enquadrado e pregado no escritório

efeito final, enquadrado e pregado no escritório

escritório antes

escritório antes

20140216-114007.jpg

A saga dos papéis de parede

Papel de parede, hoje em dia, tem um monte! Pra todos os gostos, todos os bolsos. Há 2 anos troquei o piso da sala ( aquele me dava engulhos só de ver… E até hoje dá porque não tirei da sala de jantar, ainda!). Mandei por logo um porcelanato!!! Achava um luxo ter um porcelanato… Hoje nem acho tanto. Mas serve ao objetivo que é revestir com praticidade a sala de TV.
E aí, com já tinha resolvido o piso, queria, porque queria um papel de parede!
Olhei, olhei… Achei este aqui:

20140103-173335.jpg
Nem vendia no Brasil, nem a fábrica fabricava mais! Fora de linha…
Queria um que tivesse arabescos e flores, que fosse feliz e ao mesmo tempo clássico.
Então achei estes aqui:

20140103-173828.jpg

20140103-173843.jpg

São “ecofriendly” e “prepasted”, ou seja, já vem com cola ( o que te poupa um tempo razoável em fazer a cola e aplicá-la) e são ecocorretos. Diz que são fáceis de arrancar também. Porque todo mundo quer por papel de parede, mas tirar!!! É um horror!!! Rasga, não sai com água nem espátula, terrível.
Enfim… Comprei aqui e mandei entregar nos EUA porque eu estava indo pra lá ( mas eles entregam no Brasil também, é mais caro…). Perrengue total pra trazer 10 rolos e mais duas crianças! #abafaocaso.

E, bom, bora colocar, né! Eu já tinha posto tecido no quarto ( não recomendo! Um dia conto esta história) e achei que dava conta.

O fato é que tem 3 coisas que não recomendo: colocar papel de parede sozinho; instalar lustre ( plafon ou pendente com penduricalhos) e estar muito grávida em janeiro/fevereiro no Brasil. Por mais que o resultado agrade, tem meios de fazer mais fáceis. Chamar um instalador é um deles. Não custa caro ( cerca de 60 reais o rolo) e poupa seu casamento. E se assim mesmo você quiser fazer, no final o problema vai ser só seu. Cola por todo lado, escada, papel… E em nenhum dos 3 casos dá pra voltar atrás. É como diz a Mari Mari: vai dar briga, estresse e prejuízo, eu juro!
Precisa de espátula de silicone ( do leroy), borrifador pra ficar molhando o papel, escada, estilete pra cortar que fica perdendo o fio, tesoura, balde, meleca geral na sala e no corredor, crianças e gata passando, marido falando que não ia ajudar, que o projeto era seu…
Encontrar a emenda do papel, então! Ainda bem que as meninas são bem espertas.

Deu certo! Consegui até contornar a porta! A dica pra cortar a rebarba de baixo é usar a tesoura, não o estilete. Dobre bem onde deve ser cortado, afaste e seja feliz, colando de novo!
(e meu casamento vai muito bem, obrigada!)

Confira os resultados, pode entrar, a casa é sua!


O de listra atrás do sofá. Os quadrinhos de azulejo estão pregados com aqueles ganchos sem furos. São da Cris Conde. os outros são das minhas artistas, â exceção dos do Rio, que são de uma artista muito querida, Megg Rai. o de listra atrás do sofá.
Os quadrinhos de azulejo estão pregados com aqueles ganchos sem furos. São da Cris Conde. os outros são das minhas artistas, â exceção dos do Rio, que são de uma artista muito querida, Megg Rai.

iphone 407
Nesta foto da pra ver os 3 papéis diferentes. O do corredor é igual ao de trás do aparador numa cor mais clara.

Este quadro fiz pra família, em comemoração aos nossos 10 anos de casamento. Achei muito legal porque este ano terminei a residência em Oftalmo, enfim… As meninas sentaram no recamier em frente ao quadro, taparam um olho, depois taparam o outro e leram letra por letra. Demoraram um pouco pra sacar a frase! Acho a idéia bacana, vocè pode fazer mesmo não sendo oftalma! E a pessoa que fez é uma fofa em competência e já fez mais 3 pra minha festa de formatura em oftalmo! Projetamos num telão, ficou ótemo!
O contato dela aqui

Este Buda quebrou a cabeça porque os quadros caíram do gancho sem furo. Os quadros são de autoria de um tio muito querido, o tio Brasil e acho que ornou com o papel, um de água, outro de fogo.

20140104-201601.jpg

20140104-195513.jpg

Como tudo na vida, esta sala não está terminada, nem eu fiquei feliz com a disposição dos quadros das meninas na prateleira. Ainda estou tentando outros arranjos…

20140104-201852.jpg

O lustre da sala chegou também e é daqueles que dão briga, estresse, confusão. Não recomendo, apesar de ter adorado depois de pronto!
Mas, nééeeee! Se você pôs na cabeça que vai pregar papel de parede, instalar lustre com penduricalhos ( os de penduricalhos internos são os piores! E marido ficou reclamando da segurança) ou ter bebê no verão… Não sou eu que vou falar o contrário!
E se quiser me ajudar arrumar os quadros, pode falar, a casa é sua!

20140104-203421.jpg

20140104-203520.jpg

20140104-203548.jpg

20140104-202300.jpg

A Cleo aí modelando pra vocês! Smack!!! 💋

De olho… No olho!

Hoje inauguramos nova sessão neste blog que trata da saúde ocular.
cuide dos seus olhos!!! 2 dicas simples e importantes:

Até onde olhei por aí e pelas amizades que tenho feito neste mundo virtual, percebi 2 grandes núcleos de interesse:

1) a casa, decoração e sobretudo DIY ( do inglês, do it yourself, ou faça você mesmo!); e

2) cuidados pessoais: roupas, moda, maquiagem, cabelo…

E como posso ajudar meus amigos daqui com a minha profissão?! , pensei…

2 dicas:

1) Proteja seus olhos ao executar trabalhos manuais

Mais de 80% dos acidentes perfurantes dos olhos/globo ocular acontecem com homens adultos, economicamente ativos e em ambiente doméstico. E não sou só eu que digo, não! As estatísticas são da Academia Americana de Oftalmologia e do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Sabe aquela história que você ia só pregar um quadrinho ou lixar um móvel pra reformar ou mesmo cortar grama no sabadão?!
É aí que mora o perigo!!! Não custa nada usar um óculos de proteção, né?!
Custa baratinho, não afeta a visão e…
Estes acidentes são muito, muito mórbidos, dificilmente a pessoa recupera a visão tal qual era… Isso se não perder o globo!
Então vamos lá!!! DIY com EPI!!!

2) Sempre remova maquiagem e faça higiene palpebral diariamente

Uma das queixas mais comuns em adultos jovens no consultório oftalmológico é coceira nos olhos.
Muita gente entende como alergia, coça, arde, fica mais vermelhinho à noite, piora se você usa maquiagem ou lente de contato?!

É meibomite, minha filha!!!
Todo mundo tem ou vai ter…
O tratamento?! Higiene palpebral!!!
Simples, simples…

Shampoo neutro infantil ( Johnson, ou da Mônica ou da Xuxinha… Um que não arde os olhos, ok?) e água, numa proporção 1:1. Pode deixar preparado no frasco.
Com esta mistura rala lave os cílios, ou com cotonete ou com dedo mesmo, bem onde a gente passa o lápis de olho, sabe?!
Em cima e embaixo. Enxágüe com água fria. Todo dia, de manhã e à noite. Sem falta!
Não fez?! Coçou!!!

E cuidado ao abrir champagne, no Ano Novo! Veja o vídeo!

Nos dois casos, procure seu oftalmologista!

Gostou das dicas?! Curta aí…

Quer saber mais sobre os olhos?! Deixe sua pergunta nos comentários!

E você já sabe…
Pode entrar, a casa é sua!

20131227-230822.jpg